VISÃO: o sentido da vida – JOÃO PEDRO GONÇALVES ARAÚJO

Conheço o pastor João Pedro há mais de três décadas. Fui seu vizinho por anos. A ele devo os primeiros passos no estudo da Palavra de Deus. Ele e sua amada esposa Mary cantaram em meu casamento. Dr. João Pedro é a minha inspiração acadêmica. Logo, qualquer apreciação elogiosa do prefaciador sobre o autor seria desnecessária, mas não sobre a oportunidade desta obra. Seu valor se comprova na clareza, amplitude, riqueza de conhecimento e sutileza na argumentação das ideias expostas neste livro.
Este livro escrito por um erudito em linguagem fácil, recheado de textos bíblicos magistralmente entrelaçados numa lógica argumentativa que só os mestres da pena conseguem fazê-lo, visa alcançar estudiosos, acadêmicos, leigos, mas especialmente os que foram chamados para conhecer uma visão singular e conhecerem “a vontade de Deus”.
Richard Foster em seu livro Santuário da Alma considera que a maior ameaça desta geração à vida cristã é a distração. A distração e o barulho pós-moderno formam um casal assassino, pois distanciam alguns da visão, da vocação, do chamado e tornam outros surdos para ouvir a voz de Deus e compreenderem qual seja a “santa e perfeita vontade de Deus” para suas vidas. Este livro é um antídoto, um remédio poderoso contra essa ameaça que já é real na vida de muitos crentes e líderes religiosos.
O livro que você tem em mão é um verdadeiro “manual” para se entender o que é a vontade de Deus, como executá-la e, principalmente, o impacto da realização dessa “visão” na vida pessoal de quem a recebe, do Reino e do próximo. O texto reúne um portfólio de conceitos do próprio autor com endosso de referenciais teóricos creditícios.
Sem dúvida nenhuma este livro resume não somente um rico conteúdo elucidativo baseado na exploração acadêmica de um teólogo e pastor, mas, sobretudo, resume a paixão de um vocacionado estudioso da Palavra de Deus. Mesclando citações de autores e encontrando eco em personagens na Bíblia, Pastor João Pedro nos desafia a compreender a visão, o chamado, a vocação, a vontade de Deus para nossas vidas.
Cada linha deste livro é a extensão do mesmo apelo que um dia Deus fez a Ló: “Salva-te se queres conservar tua vida. Não olhes para trás, e não te detenhas em parte alguma da planície; mas foge para a montanha, senão perecerás” (Ge 19.17).
O livro que você tem em mão é um degrau que nos motiva a subir a montanha em tempos de correria e barulho e chegar ao pico mais elevado da montanha da intimidade com Deus. Da montanha, os horizontes ficam alargados. No pico, a visão é mais nítida. Esta obra do pastor João Pedro é um estímulo e um convite para os vocacionados subirem as montanhas e enxergarem a “santa e perfeita vontade de Deus”.
Os sons da pós ou hipermodernidade têm impedido os cristãos de ouvir os sussurros do Espírito Santo acerca da visão de Deus. É preciso encontrar nossa montanha vocacional. Subir a montanha mais alta da vocação, da visão ministerial: essa é a lição precípua deste livro.

Essa busca por lugares altos em tempos de sons estridentes, ruídos ensurdecedores, barulhos múltiplos que obscurecem a visão de Deus, pode ser encurtada na leitura deste livro.
Sou grato a Deus pela viabilidade e oportunidade do pr. João Pedro expor neste livro um assunto esquecido, que se tornou letal à espiritualidade de líderes, obreiros e a todos quantos querem encontrar a visão, a vocação, o sentido para vida. Contudo, sou ainda mais grato por tudo que você agora saboreará neste texto. Leia com a delicadeza de quem recebeu um presente de Deus. Saboreie suas páginas. Leia também suas entrelinhas. Se possível, marque um encontro com o autor, mas enquanto esse dia não chega, deleite-se na leitura do seu texto e extraia todas as lições de um mestre por excelência.
Agradeço ao meu irmão, amigo e mestre, pela honra em me convidar para prefaciar seu livro, pois bem sei que há uma nuvem de pessoas que o cercam que são mais nobres e mais preparadas para prefaciar este livro. Saí lucrando! Li, reli, saboreei e estou tendo o privilégio de conhecer mais acerca da visão e vocação de um santo homem de Deus.
Este livro, por certo, lançará luz sobre muitos ministérios e servirá, acredito, para despertar leitores que foram engolidos pela mesmice e já não conseguem ouvir o sussurro de Deus suplicando despertamento à sua igreja, sua noiva, para os desafios e oportunidades ministeriais do século que apenas se inicia.

Pastor Manoel Neto